Vamos triplicar a nossa capacidade de produção e continuar a superar as expectativas

As obras de construção da nova fábrica de cabeças de impressão PrecisionCore, da Epson, em Hirooka (Japão), chegaram ao fim

Vamos triplicar a nossa capacidade de produção e continuar a superar as expectativas

A nova fábrica de Hirooka

Já terminaram as obras de construção da nova fábrica de produção da nossa tecnologia PrecisionCore, nas instalações de Hirooka, em Shiojiri (Japão). Com este novo edifício, damos um novo impulso à produção de chips de impressão PrecisionCore, a nossa mais avançada tecnologia de cabeças de impressão, o que nos permitirá triplicar a atual capacidade de produção destes componentes-chave.Já terminaram as obras de construção da nova fábrica de produção da nossa tecnologia PrecisionCore, nas instalações de Hirooka, em Shiojiri (Japão). Com este novo edifício, damos um novo impulso à produção de chips de impressão PrecisionCore, a nossa mais avançada tecnologia de cabeças de impressão, o que nos permitirá triplicar a atual capacidade de produção destes componentes-chave.

Tendo sempre em conta a oferta de soluções de máxima eficiência e o melhor desempenho ambiental em setores como o empresarial, comercial ou industrial, podemos vir a aumentar exponencialmente a produção de equipamentos de impressão com depósitos de alta capacidade, com uma perspetiva de crescimento de 1,7 milhões de unidades, ano após ano.

A cada vez mais rápida mudança do analógico para o digital em setores como o da sinalética, têxtil ou de produção de etiquetas, leva-nos a melhorar as nossas linhas de produção de impressoras de grande formato, com tecnologia escalável, bem como reforçar a nossa forte aposta na inovação, através da I&D.

Esta nova fábrica será uma grande ajuda para cumprimos o objetivo de nos posicionarmos como líderes em tecnologia digital para estes setores, melhorando os serviços prestados até agora pela fábrica de Suwa Minami, em Nagano. Adicionalmente, é importante salientar que a fábrica foi construída com uma resistência reforçada, tendo em mente possíveis incidentes ligados a desastres naturais - reforçando a sua capacidade de fornecer um serviço continuado. O design arquitetónico da nova fábrica foi pensado para que seja possível alcançar uma produtividade 20% superior, num espaço mais otimizado (em comparação com as outras fábricas), ao qual se alia um papel relevante em I&D, com vista a melhorar a qualidade e a produtividade das nossas cabeças de impressão.

O jato de tinta continua a evoluir, já que é a tecnologia atual e futura em termos de soluções de impressão empresarial. E, na Epson, estamos totalmente seguros disso, o que resulta num sólido compromisso corporativo, como demonstrado por este investimento, que se torna agora realidade. Porque continuamos a pensar em criar melhores produtos, para um futuro melhor.