A Epson publica o seu relatório "Green Choice" para a Europa de 2021

O relatório revela as ações e o progresso da Epson tendo em vista a transformação sustentável através da inovação tecnológica

A Epson publica o seu relatório

A Epson publica o seu relatório "Green Choice" para a Europa de 2021

“Acima de tudo, o nosso principal objetivo é fornecer as melhores tecnologias sustentáveis aos nossos clientes”. Yoshiro Nagafusa - Presidente e CEO, Epson EMEAR.

A Epson mostra progressos significativos no sentido de conseguir operações totalmente sustentáveis já hoje, com a publicação do seu Relatório Europeu de Sustentabilidade de 2021. Fazer a escolha ecológica. Para além do investimento da Epson na sua própria transformação, o relatório detalha as inovações (como as tecnologias sem calor) que vão ajudar todos os clientes a contribuir para um futuro sustentável.

Sustentabilidade: ambição e investimento

Yoshiro Nagafusa, Presidente e CEO, Epson EMEAR, acrescentou: "Com o mundo a realinhar-se após a COP26, a Epson mantém os seus ambiciosos compromissos com a sustentabilidade, o investimento e os objetivos. As nossas tecnologias com menores emissões de carbono, menos desperdício e sem calor vão capacitar os nossos clientes, uma vez que todos trabalhamos para cumprir a promessa de uma sociedade sustentável."

A Epson tem como objetivo investir 100 mil milhões de ienes (cerca de 770 milhões de euros) ao longo da próxima década na sua transformação em matéria de sustentabilidade. Isto irá traduzir-se em investimentos para descarbonizar e fechar internamente os ciclos de recursos, o que permite maximizar a utilização de recursos. Externamente, a inovação da Epson permitirá reduzir o impacto ambiental dos clientes e desenvolver novos produtos que são inerentemente sustentáveis.

Sustentabilidade: um compromisso

Em 2021, a Epson assumiu o compromisso de garantir até:

  • 2023- reduzir as emissões para se alinhar com a meta de aquecimento de 1,5 graus

  • 2023 - atingir um consumo de energia 100% renovável em todas as operações do Grupo

  • 2025 -meta de reduções das emissões diretas (19%) e indiretas (44%)

  • 2030 -cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e acrescentar os objetivos 1, 2 e 16 aos seus compromissos em 2021, o que assegura que os 17 ODS da ONU estão agora no âmbito de aplicação

  • 2050 -tornar-se uma empresa com pegada de carbono negativa e não depender de recursos subterrâneos (por exemplo, petróleo, metais)

Sustentabilidade: inovação

O Relatório de sustentabilidade atual detalha a inovação da Epson centrada no cliente e orientada para a sustentabilidade. As impressoras sem calor da empresa, por exemplo, podem reduzir o consumo energético e as emissões de CO 2até 83%. A adoção destas tecnologias a nível europeu permitiria reduzir mil milhões de kWh de consumo energético por ano e 410.000 toneladas de CO 2. As tecnologias sem calor da Epson inspiraram uma parceria com a National Geographic e o seu trabalho para reverter o desgelo do permafrost (gelo permanente do subsolo), e o consequente aumento das emissões de metano.

Impressoras Epson EcoTanktambém oferecem vantagens em toda a cadeia de valor ao eliminar a necessidade de tinteiros. Até à data, as impressoras EcoTank removeram do ambiente 1,6 milhões de toneladas de resíduos consumíveis à base de plástico. São visíveis mais benefícios no desenvolvimento da Epson de novas tecnologias de impressão têxtil, que poderão reduzir o consumo de água até 90% e de energia até 30%.

A Epson também ajuda os clientes a fechar o ciclo com o PaperLab.Trata-se do primeiro processo de fibra seca do mundo que permite a reciclagem de papel no escritório para, assim, reduzir de forma significativa o consumo de água e a necessidade de transporte para centros de reciclagem externos.

Sustentabilidade: supervisão

O Relatório de sustentabilidade da Epson também detalha o compromisso da empresa com a supervisão independente, robusta e respeitada internacionalmente.

Em 2021, a Epson conseguiu pelo segundo ano consecutivo a distinção Platinum da EcoVadis, uma das plataformas de classificação de sustentabilidade empresarial mais fiáveis do mundo. A distinção Platinum coloca a Epson no top 1% das empresas com melhor desempenho em matéria de sustentabilidade no setor de fabrico de equipamentos informáticos e periféricos.

A classificação Platinum da Epson reconhece as iniciativas de responsabilidade social empresarial (RSE) global da empresa. Nos quatro temas avaliados pela EcoVadis, a Epson obteve a classificação máxima de "Excelente" para o ambiente, bem como elevadas pontuações em compras sustentáveis, mão-de-obra, e direitos humanos e ética.

A Epson também obteve a distinção Platinum da Responsible Business Alliance (RBA), a maior coligação industrial do mundo dedicada à responsabilidade social empresarial nas cadeias de fornecimento globais. A distinção Platinum só é atribuída às empresas que cumprem os mais elevados padrões de Responsabilidade Social Empresarial. A Epson foi objeto de uma avaliação robusta e mostrou ser uma empresa dedicada à sustentabilidade eficaz e ao bem-estar dos seus colaboradores.

No ano passado, a Epson também atingiu os seguintes objetivos:

  • Entrar na Lista A da plataforma CDP (uma organização sem fins lucrativos de divulgação ambiental) e ser selecionada pelo segundo ano consecutivo como líder mundial na cadeia de fornecimento.

  • Aderir à iniciativa RE100 com o seu compromisso de consumo de energia 100% renovável

  • Aplicar as normas ISO 9001 e 14001

  • Ser incluída na Série de índices FTSE4Good pelo 18.º  ano consecutivo

Henning Ohlsson, Diretor de sustentabilidade, Epson Europe, afirmou: “O Relatório de sustentabilidade da Epson é muito mais do que uma perspetiva geral da estratégia e dos progressos feitos este ano. É um pacto que compromete ainda mais a nossa empresa no seu papel de parceiro indispensável para inovar, com tecnologias sustentáveis que são utilizadas no mundo real, e não apenas quando as produzimos. Só ao olhar para o panorama geral e trabalhar em conjunto (com cientistas, parceiros e clientes) podemos avançar juntos para um futuro verdadeiramente sustentável."

O relatório completo está disponível aqui